domingo, 16 de agosto de 2009

Woodstock e minha geração de merda




- Um grande marco

- Uma grande paixão

- Um grande sonho


...e para muitos o sonho ainda não acabou.



Depois quando eu digo que eu estou 60 anos atrasado o povo fala que eu sou um saudosistas, nostálgico... Cá entre nós... que geraçãozinha de bosta é essa de hoje, eih?!?! Nem a Geração Coca-Cola foi tão ruim - Rebeldes sem calça; anarquistas do Mc Donald; Punks de galeria... nenhuma ideia grande... Um novo mundo tem sede de que se crie! - mas o consumo vem em primeiro - Tenho fome de desfazer o que ai está - não há vias de continuar sua pervercidade... entretanto... fico eu com a minha morbidez xata e [des]necessária tentando mudar algo em mim, até porque no mundo eu não mudarei nada.



Fui



[vixuz-victorson-eu!]

6 comentários:

avarandados do anoitecer disse...

parabéns pelo seu melhor texto, velho.

e nada de vivas à nossa geração de merda!

mudar este mundo que não quer ser mudado? Não, obrigada, prefiro continuar saudosista daquilo que eu não vivi. E com muito orgulho, sim senhor!

Toffs disse...

Belas palavras, meu amigo! Ser nostálgico é estar em transe e em perfeita sintonia consigo mesmo :)

Leon Bones disse...

O mundo agora é emo ¬¬ rsrs

obrigado pela viusita no Forever, volte sempre

Lord Coruja disse...

Concordo com você, nossa geração que faz, que busca, que pretende...!!??
nos sentimos perdidos algumas vezes...
Mais não podemos deixar acabar essas ideologia..

PAZ E AMOR

Zap.pedrO disse...

bem...meu ponto de vista vai na forma de musica:

"abria janela, um som diferente entrou, meu olhos mudaram eu sei, eu sei, ou foi o som que mudou..."

Dan disse...

Acho que é apenas uma parada para pensar. Antes de criticar, proponha...
A transformação está até onde nossos olhos querem ver...
Nem eu que vivi, sou saudosista. As coisas vem e vão...